16 de abril de 2010

Poema: Chocolate

Bem quente derretido,
Seu cheiro causa saliva.
A boca que transpira.
E ainda não esteve envolvido.

Misturo o branco com o amargo,
Vai misturando os dois chocolates.
Ai que isso me faz um estrago,
Esse desejo chega a ser um disparate.

Uma calda que ali borbulha,
Está o grosso e bem brilhante.
Só o cheiro é uma tortura,
Se deixar devoro tudo num instante.

Essa calda de puro chocolate,
É uma louca e gostosa tentação.
Essa fragrância tem até perfume,
Chocolate é pura sedução.

(Paloma Duarte Stella)
Share |

4 comentários:

  1. Oiiii Andréa,

    deliciosamente fofo esse poema!!!
    Passei pra deixar bjkss e desejar um excelente fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. hummmmmmm,deu pra sentir o cheiro do chocolate ao lê-lo.delícia

    ResponderExcluir
  3. desculpe mas isso não me ajudou em nada.mas gostei muito do texto....parabéns

    ResponderExcluir

Obrigada por registrar sua visita!